Tag Archives: problemas descoloração

Brilhos nos fios, o que é e como tê-los novamente!!

21 jul

Oi Pessoal,

Cabelos brilhosos é tudo de bom, não acham?! Nisso, homens e mulheres concordam!!

O brilho muitas vezes pode ter com a estrutura dos fios, ou seja, as propriedades físicas do cabelo dependem principalmente de sua
geometria. Cabelo caucasiano é oval; Cabelo asiático é circular; Cabelo afro é elíptica. Várias propriedades mecânicas e de brilho são
diretamente relacionado com fibras de diâmetro (Kolar, Miller, 1972; Juez, Gimier, 1983; Robbins, Crawford, 1991; Dias et al., 2005).

O brilho é um dos mais importantes e desejados atributos cosméticos do cabelo. Do ponto de vista físico, o brilho está relacionado com a maneira pela qual o cabelo reflete e difunde o feixe de luz incidente. Assim, qualquer fator que muda a reflexão da luz
teria influência sobre brilho. E a cutícula é o principal responsável por ele. Danificar a cutícula (abertura e ruptura de escamas), bem como as partículas de poeira e secreções do couro cabeludo ao longo do tempo reduzem o brilho.

Quando um feixe de luz atinge a superfície do cabelo, uma parte dele é refletido, outra parte é absorvido, e uma terceira parte é disperso. A quantidade de luz que corresponde a cada um destes fenômenos depende da geometria da superfície, do índice de refração do fio, e do ângulo de incidência de luz.


Fatores que influenciam a percepção de brilho são: reflexão, dispersão de luz, alinhamento, e cor. 

O que atrapalham o efeito de brilho:

maior dispersão de luz;
revestimento de película – irregular ou descontínua;
tratamentos químicos como ondulação permanente e descoloração, que causam alterações no posicionamento planar da cutícula  (Reimer et ai.,1995; Ishii, 1997; Amido, 1999; Schueller, Romanowski, 2001).

Portanto, a química nos fios sempre desfavorece o fator brilho nos fios e mesmo quem não tenha química, os fatores todos descritos acima muitas vezes não refletem a luz e se tornam mais opacas…e alguns produtos tendem colocar nas formulções matérias-primas que auxiliam em ua melhor reflexão da luz e o que resulta em cabelos mais brilhosos. Como os óleos por exemplo, mas deve-se usar na medida certa. Já experimentei vários produtos e os únicos que favorecem o brilho e não possuem fator acumulativo nos fios, são os produtos livre de silicones, como o da marca Marie Solti. Hoje em dia são os únicos produtos nacionais que confio!!

Se quiserem saber mais sobre a marca, visitem:

o site da marca Marie Solti : http://www.mariesolti.com.br/

e a loja virtual Marie Solti: http://lojavirtual.mariesolti.com.br/

Nesta época do ano, estou usando o shampoo mulher e a máscara de argila…porque no inverno é melhor tratar o couro cabeludo!

Bem, o fator brilho, seja devido a estrutura dos fios, devido o uso ou não de química ou produtos também indica a saúde dos fios, então vamos cuidar das madeixas, seja no inverno ou no verão!!

Um super beijus,

Re Rosa

brilho-cabelo

 

 

Anúncios

Rogaine por Lady Gaga – famosos também sofrem com os cabelos?!

1 ago

Pessoal,

O mundo dos famosos também nos interessa de vez em quando, e o que a Lady Gaga e esse negócio de Rogaine tem a ver com isso?

Segundo fofocas, Lady Gaga estaria sofrendo de perda capilar devido o seu loiro platinado (ou devido o abafamento pelas perucas..pois há quem diga que o loiro platinado é peruca e ela nem é loira), recorrendo a tratamentos, onde um deles é o Rogaine (medicamento que se aplica no couro cabeludo, um xaropinho pra tratar queda) que possui Minoxidil.
No caso de alopecia por tração, devido à química em excesso é aconselhavel, para Lady GaGa e demais que sofrem do mesmo mal, a tingir seus cabelos em períodos mais espassados, deixando a raíz mais escura.

Lady Gaga loirissima

Lady Gaga loirissima

Remedinhos famosos contra queda capilar incluem desde o tratamentos com Propécia (embora este é apenas adequado para tratar a perda de cabelo masculino…mm..não sou muito a favor deste, pois são remédios que alteram as taxas hormônais podendo causar riscos a saúde) e o Minoxidil.

Minoxidil é um medicamento vaso-dilatador. Ele também retarda ou impede a perda de cabelo e promove o crescimento do cabelo. Agora, é amplamente utilizado para a prevenção e re-crescimento de cabelo, tanto no sexo masculino e calvície de padrão feminino. Minoxidil deve ser utilizado por tempo indeterminado para o apoio continuado dos folículos pilosos existentes e para a manutenção de qualquer crescimento do cabelo experiente. É comercializado sob vários nomes comerciais, incluindo Kirkland, Loniten (oral), Mintop, Amexidil, Rogaine ou Regaine, Spectral, entre outros.

Originalmente, o minoxidil era usado exclusivamente como uma droga oral para tratar a pressão arterial muito elevada. No entanto, descobriu-se que têm um efeito secundário interessante: o crescimento do cabelo!

A empresa Upjohn Corporation produziu uma solução tópica que continha 2% de minoxidil para ser utilizado no tratamento de calvície e perda de cabelo, sob a marca Rogaine nos Estados Unidos e Canadá, e Regaine na Europa e na Ásia-Pacífico. A patentedo minoxidil  expirou em 11 de fevereiro de 1996. Os tratamentos geralmente incluem uma solução de concentração de 5%, que é projetado para os homens, e uma solução de concentração de 2% para as mulheres.

O interessante é que uma amiga estava procurando ele já que disse que deu resultados no passado, mas não estava encontrando, não sei se porque a patente venceu e a empresa fez uma patente com outro produto ou se estava fazendo algum mal para os usuários…o fato é que a Empresa que comercializava ele está fabricando um outro produto!

Só para vocês terem uma idéia, esses remédios demoram o mesmo que o Pantogar, uns 3 meses para começara  fazer efeito! Coma  diferença que o Pantogar se toma, o Propécia também e o Rogaine é para ser aplicado na região onde se tem perda capilar.

Para os fãs de Lady Gaga, eu também gosto de algumas músicas dela viu! Nada contra ela, só aproveitei para relatar alguns problemas que ela estaria (supostamente) passando e muitas pessoas também passam pelo mesmo problema!

Super beijus,

Re Rosa