Tag Archives: hidróxido de sódio

Perda de proteína no cabelo na combinação de alisamento e coloração !! Você sabia que …

11 mar

Oi Pessoal !!

Se vocês alisam e tingem o cabelo, ou seja, aplica as 2 químicas nas suas lindas madeixas!! Tem algo importante que você precisa saber!

Andei lendo um artigo sobre o experimento de perda de proteína e o Artigo faz algumas indicações interessantes, dá uma bizoiada:

“Quando ambas as químicas (alisamento e tingimento) foram combinadas, um maior efeito negativo foi observado, em particular para o cabelo tingido tratado com hidróxido de sódio. Neste caso, um aumento de 356% na perda de proteína foi encontrada em relação ao cabelo virgem e 208% em relação ao cabelo tingido. Em resumo, hidróxido de sódio promoveu a maior perda de proteínas com um enfraquecimento substancial da estrutura do cabelo através da perda de proteína. Para as mechas de cabelos tingidos tratados com tioglicolato de amônio ou de hidróxido de guanidina, houve pouco ou nenhum efeito significativo sobre a perda de proteína, o que sugere que estes produtos de alisamento representam a melhor alternativa para indivíduos que desejam combinar ambos os tratamentos: tingimento e alisamento.”

brilho-cabeloPerguntas???!!!

Um boa sexta-feira procês!!

Super beijus,

Re Rosa

Hidróxidos de cálcio, sódio… muito usado em relaxamentos!?

25 nov

Oi Pessoal,

Eu recebi alguns comentários sobre o relaxante milagroso e que fora do país e fora do salão as pessoas ficam incapacitadas de saber o que usar pque o ativo com o hidróxido de cálcio não é revelado, mesmo que seja nítido que seja a guanidina, ou é ela ou é formol…jeje…e não suponha que seja formol! Vi uma discussão dessa em um site canadense, e eles sejam a mesma conclusão! da guanidina! Então quem vai viajar e não sabe como ficar sem os produtos do BN opte por esses componentes: “hidróxido de cálcio, incorporado em uma base cremosa, que precisa ser ativado pelo carbonato de guanidina”

Demaneira geral,  existem por aí, três tipos de sistemas de alisamento.

Os ingredientes ativos mais comuns usados no cabelo para alisamento são: Hidróxido de sódio, hidróxido de cálcio e tioglicolato de amônio.

SAIBA QUE: para evitar maiores problemas, é importantíssimo que os clientes saibam qual ingrediente químico foi utilizado em seus cabelos.

Há um outro ingrediente químico para alisamento, ele é chamado de cloridrato de cisteamina. Ele relaxa o cabelo em um pH mais baixo do que tioglicolato, por isso é considerado um pouco mais suave. O negativo para Cysteamine é que ele cheira a urina de gato no cabelo e o cheiro persiste.

O hidróxido de sódio é usado para remover ondas indesejadas do cabelo. A diferença entre as forças depende da percentagem de ingredientes ativos. Este é um relaxante de pH alcalino, o que obriga a cutícula  abrir de modo a que o relaxante possa penetrar na camada de córtex do cabelo. Uma vez lá, o hidróxido de sódio quebra a ligação dissulfeto. Quando isto acontece, o cabelo vai alisar.

A maioria desses relaxantes dias são baseados em hidróxido de sódio e cálcio. Ocasionalmente, hidróxido de cálcio com guanidina é usado, embora a maioria dos estilistas concordam que hidróxido de sódio proporcionam os melhores resultados.

Veja o terecho que tirei de uma revista, mas que está super bem explicado:

“O cálcio é usado em sua forma de hidróxido de cálcio, incorporado em uma base cremosa, que precisa ser ativado pelo carbonato de guanidina. O hidróxido de guanidina resultante possui atividade relaxante bastante versátil e é, atualmente, um campeão entre os relaxantes já que possibilita desde uma abertura de cachos até um perfeito alisamento. Com boa técnica, e um bom conhecimento das condições do fio, torna-se possível colorir os cabelos durante o relaxamento. Não restringe público podendo ser utilizado em crianças, gestantes e em cabelos coloridos, ou até mesmo provenientes de outras químicas de relaxamento, desde que estejam em condições saudáveis. A única restrição são os cabelos descoloridos e os fragilizados, pelo simples fato que estes não agüentam nem mesmo o sol do dia-a-dia. Um dos grandes fatores que contribuiu para o sucesso do uso do cálcio, como ativador da guanidina, foi o seu tempo de ação, relativamente mais lento quando comparado com outros ativos relaxantes, o que permitiu maior segurança e tranqüilidade no seu manuseio. Muitos profissionais, que trabalhavam apenas com coloração, corte e penteado, sentiram-se mais seguros em trabalhar com relaxamento e até passaram a ser mais ousados chegando a resultados jamais obtidos.”

Só ressaltando mais uma vez, milagres não existem, óleo não alisa, não relaxa, o que faz isso são componentes químicos de poder médio a forte!

Bom, não indico nenhum produto em específico para o relaxamento, mas é só voces procurarem pelos princípios ativos já acitados, mas sobre o tratamento e hidratação dos cachos, é necessário um bom complexo de óleos, aí neste caso indico a máscara de cachos Marie Solti, e outra dica é que ela não precisa ser usada só para cachos, porque o objetivo é nutrir e hidratar os fios, meus cabelos são levemente ondulados e uso esse creme e adoro pra hidratação e nutriçao!

curl-hair

Um super beijus,

Re Rosa

 

Vou alisar e ou tingir, meu fio de cabelo vai afinar e vai inchar?! explica isso!!

14 maio

Oi Pessoal,

Ultimamente tenho visto muitas mulheres assumindo seus cachos, achei bonito, cachos bem cuidados e assumidos são bonitos!

E para quem não quer os cabelos ondulados, cacheados, aí vem o relaxamento, alisantes, progressivas!

Bem , mas o propósito desse post não é filosofar sobre cacheadas ou “quimicadas” ! E sim falar sobre o diamêtro dos fios após aplicação de tinturas e alisantes químicos, quem quiser ler o estudo na íntegra é só acessar o LINK !

Observou-se redução do diâmetro do fio (14%) após a aplicação da tintura. -> perda protéica! A aplicação da tintura teve grande influência sobre a perda proteica !

Os alisamentos com o hidróxido de guanidina e tioglicolato de amônio promoveram aumento de diâmetro do fio (124,2 e 25,7%, respectivamente), sendo que após aplicação da tintura houve redução (10,7 e 18,8%, respectivamente). -> inchado!

O hidróxido de sódio também provocou aumento inicial no diâmetro (106,1%).

Quanto aos ensaios de resistência, observou-se elevação de resistência mecânica nas mechas tingidas, em comparação às virgens, o que pode sugerir aumento na massa interna da córtex, devido à deposição dos polímeros coloridos no interior do fio do cabelo. Nas mechas tratadas com os alisantes, houve redução da resistência. -> quebra!!

Entre os produtos de alisamento testados, hidróxido de sódio promoveu maior perda de proteína, cerca de 276% maior do que o cabelo virgem e 207% maior do que o cabelo tingido!

“Estes resultados podem indicar que, quando se desejar aplicar os dois tipos de produto (alisante e tintura), o tioglicolato de amônio ou hidróxido de guanidina podem ser opções mais interessantes”!

E eu o que eu acho, a única coisa que digo e concordo com alguns POUCOS blogueiros, é que alisamento/progressivas ácidas É MUITOOO RUIM para os fios! Quer saber por que? Leia o LINK ! PH muito baixo é a morte pros fios!

straight-and-curly-hair

Um super beijus a todos,

Re Rosa