Tag Archives: alisamento

Perda de proteína no cabelo na combinação de alisamento e coloração !! Você sabia que …

11 mar

Oi Pessoal !!

Se vocês alisam e tingem o cabelo, ou seja, aplica as 2 químicas nas suas lindas madeixas!! Tem algo importante que você precisa saber!

Andei lendo um artigo sobre o experimento de perda de proteína e o Artigo faz algumas indicações interessantes, dá uma bizoiada:

“Quando ambas as químicas (alisamento e tingimento) foram combinadas, um maior efeito negativo foi observado, em particular para o cabelo tingido tratado com hidróxido de sódio. Neste caso, um aumento de 356% na perda de proteína foi encontrada em relação ao cabelo virgem e 208% em relação ao cabelo tingido. Em resumo, hidróxido de sódio promoveu a maior perda de proteínas com um enfraquecimento substancial da estrutura do cabelo através da perda de proteína. Para as mechas de cabelos tingidos tratados com tioglicolato de amônio ou de hidróxido de guanidina, houve pouco ou nenhum efeito significativo sobre a perda de proteína, o que sugere que estes produtos de alisamento representam a melhor alternativa para indivíduos que desejam combinar ambos os tratamentos: tingimento e alisamento.”

brilho-cabeloPerguntas???!!!

Um boa sexta-feira procês!!

Super beijus,

Re Rosa

Neutralizante é indicado para tratamento e recuperação dos cabelos?! Parte 1

26 jul

Oi Pessoal,

Esses dias eu estava lendo em um blog que neutralizante recuperava os cabelos…mmm….isso é veradade do ponto de vista químico? Como funciona?

Em primeiro lugar vamos ao que é neutralizante, segundo [1]:

Os neutralizantes podem ser ácidos ou bases e, apesar do nome, não necessariamente vão conferir neutralidade (pH 7) à formulação. Os neutralizantes ácidos, chamados de acidulantes, são usados para neutralizar bases em formulações em que o pH pode ser excessivamente alto e/ou mesmo usados para conferir acidez à formulação.

Os alcalinizantes têm o uso contrário ao dos acidulantes, ou seja, são usados para neutralizar ácidos em formulações com pH excessivamente baixo e/ou para conferir basicidade às formulações.

Na prática se você colocou um produto muito ácido nos cabelos e aplica em seguida uma solução com ph básico, ocorre a neutralização.

Exemplo de química com uso de neutralizante:

-Alisamento com Tioglicolato de Amônia (PH básico) que ele age rompendo as pontes de Cistina dando uma nova forma que é dada pela pessoa (cabelereiro). O neutralizante pode ser a base de peróxido de hidrogênio. O Peróxido de hidrogênio é um agente oxidante que é utilizado em preparações com pH ácido (2 – 2,5). E ph ácido fecha as escamas abertas pelo produto alisante (que tem, ao contrário, um pH básico de 9 a 12).

Aí vem a pergunta, neutralizar (acidificar ou “basificar”) os fios é bom para os cabelos? Lembre-se: os fios possuem um ph ideal e se banhar de soluções muito ácidas e muito básicas não farão bem aos seus fios! Aplicar soluções de ph altos/básicos (acima de 7) ou baixos/ácidos (abaixo de 4) não farão bem aos fios, é como aplicar uma química aos fios, na primeira semana ok, no segundo mês começa a ficar feio e aí a pessoa recorre a tratamentos, reconstruções capilares!

Se o ph do couro cabeludo está entre 4.0 e 5.6, a camada hidrolipídica que protege o cabelo tem pH levemente ácido entre 4,2 e 5,8.  Portanto, PH ideal para um shampoo de uso diário está entre 5 e 6.

Eu, particularmente sou contra shampoos anti-resíduos, porque ph acima de 6,1~6,5 tende a abrir as cutículas  e isso tende a deixar o cabelo opaco a longo prazo! Meu cabelo naturalmente já possui brilho, mas porque evito os extremos (nem ph muito ácido, nem muito básico).

Sobre produtos muito ácidos leia CUIDADO COM PRODUTOS COM PH ABAIXO DE 4,0

Portanto, se você quer neutralizar fios, só se acabou de passar uma química nos seus cabelos, caso contrário, não é saudável aplicar ph muito ácidos ou ph muito básicos nos fios! Recorra a isso se for fazer somente uma tintura, alisamento.

Veja na Figura o ph que trabalha as químicas (relaxamento, descoloração) e produtos (shampoo, condicionador).

fio cabelo

fio de cabelo e tabela de ph

Tenho visto muitas pessoas aplicando neutralizantes após vários dias, semanas, meses após ter feito uma determinada química nos cabelos? Será que isso funciona do ponto de vista químico? Isso vamos ver no próximo post!

Abaixo a referência que fala da definição de neutralizante:

[1] Pedro, R., Conceitos de Química Orgânica e Reologia aplicados à Cosmetologia, Apostila Cosmetologia Express, Racine, 2004

Super beijus,

Re Rosa

Estrutura de cabelos (crespo, caucasiano, oriental, piedmont) depois da química (descoloração, alisamento)

27 out

Buenas Pessoal!!
Esses dias eu estava lendo um artigo sobre química em cabelos de diferentes etnias e achei interessante compartilhar!

O estudo envolve 4 tipos de cabelo (crespo afro-americana, caucasiano castanho escuro, oriental, piedmont caucasiano cor clara), dos quais eu não conhecia esse tal de Piedmont, que segundo o artigo é o cabelo com características similares a população de Piedmont (Itália) que é um caucasiano claro (loiro), o outro tipo caucasiano é o tipo liso-ondulado castanho escuro.

Bom, o interessante é que cada cabelo sofre mais com um tipo de química (descoloração, alisamento/permanente, irradiado), esse irradiado é pra simular os danos do tempo e sol.

Comentários interessantes:

  • quando é feito alisamento/permanente, há a ruptura das pontes de enxofre e essas pontes são refeitas na fase de neutralização, porém nem todas as ligações são refeitas e as que são refeitas, algumas não são perfeitas. Além de haver perda de material intercelular. Esse processo químico é um dos que mais afeta a intergridade dos cabelos.
  • para os cabelos que sofrem descoloração e irradiação (exposição solar)  o que se modifica é o fator elasticidade e tensão que diminuem.

Avaliando os processos químicos, os que mais sofrem danos são os caucasianos castanhos no porcesso de alisamento/permanente, o cabelo Piedmont quando passa pela química de descoloração, o cabelo oriental é o que mais sofre com a exposição ao sol. O cabelo crespo sofre um pouco com a exposição ao sol, mas não tanto como o oriental.

Super beijus,

Re Rosa