Arquivo | junho, 2015

Método da inversão estimula crescimento capilar?!?

22 jun

Oi Pessoal,

Esses dias tenho ficado de molho por causa do pé torcido e assistindo TV assisti um ator falando que fazia o método da inversão para estimular o crescimento capilar e para não ficar sem cabelos, se é a genética do ator ou o método que funciona não sei…mas fui procurar a respeito, só não testei porque estou “capenga” do pé…mas assim que sarar vou testar e falo se deu certo ou não! rsrs

“O método de inversão afirma que os fios crescem até uma polegada em sete dias”..óia só!

Mas quem tem problema de tontura, pressão alta..aí não se recomenda!

O método nada mais é que ficar de cabeça pra baixo, mas pode ser suave, não precisa plantar bananeira e sim só fazer um alongamento e abaixar a cabeça..veja a figurinha:

inversao

A teoria por trás disso é justamente como uma massagem no couro cabeludo, para aumentar a circulação no couro cabeludo e permitir mais fluxo sanguíneo para os folículos pilosos, permitindo o crescimento do cabelo …cabeça pra baixo e voilá!! Se você não curte ficar de cabeça pra baixo, a massagem capilar teria o mesmo efeito!

E ainda há quem diga que juntar as 2 técnicas é melhor, veja:

1. Massageie um óleo de sua escolha no seu couro cabeludo. Indicação: o óleo de coco.

2. Inverter por 4 minutos. Posições sugeridas: Sentado em uma cadeira ou em um sofá e abaixando a cabeça ligeiramente para os pés como se você estivesse pintando as unhas do pé, pé na pia da cozinha e baixando a cabeça como se você está se preparando para lavar o cabelo. Ou efetuando o alongamento com a cabeça pra baixo.

3. Deixe o óleo no couro cabeludo por pelo menos duas horas. Retire o excesso de óleo, se necessário.

4. Repita todos os dias por apenas 7 dias consecutivos / uma semana. Espere pelo menos três semanas entre cada tentativa, seu corpo se acostuma com o fluxo de sangue extra.

Nota:  Não faça o método de inversão se tem alguma das seguintes condições: gravidez, hérnia, baixa ou alta pressão arterial, acidente vascular cerebral recente, problemas cardíacos ou circulatórios,  glaucoma, conjuntivite, descolamento de retina, lesão da medula, inchaço nas articulações, osteoporose, fraturas ou lesões cicatrizadas, infecção no ouvido, obesidade ou durante a menstruação.

Eu tô lesionada e portanto agora não vou fazer, mas depois vou tentar….em último caso, um alongamentosinho até que vai fazer bem ne?!

Alguém já tentou fazer isso, tem alguma experiência  a respeito?!??

Um super beijus a todos!!

Re Rosa

 

 

 

 

Anúncios